Reviews

Análise: Galaxy A52 compensa em 2022?

Lançado em meados de 2021, o Galaxy A52 da Samsung foi um grande sucesso de vendas. Afinal, o aparelho tem um belo design, bons recursos internos e proteção contra água. Mas será que vale a pena comprá-lo agora em 2022? Descubra abaixo!

Construção & Áudio & Sistema

Um dos grandes destaques do Galaxy A52 é sua construção. Com certificação IP67, o modelo fica intacto mesmo quando exposto em água e poeira. Além disso, seu design moderno continua agradando e a saída de som estéreo é um grande diferencial para a faixa de preço.

O Galaxy A52 também segue agradando em termos de sistema. No momento dessa análise, ele está equipado com a última versão da interface da Samsung, a One UI 4.1 baseada no Android 12. Como resultado, traz nesse aspecto recursos como Pasta segura, Samsung Pay, Samsung Pass e possibilidade de duplicar apps de forma nativa.

O Galaxy A52 é um dos poucos smartphones intermediários do Brasil a oferecer proteção IP67 contra água e poeira (Imagem/TTTech).

Tela & Câmeras

Outro quesito em que o Galaxy A52 agrada é seu display. Nesses sentido, a Samsung adicionou uma tela Super AMOLED de 6.5 polegadas que suporta taxa de atualização de 90 Hz. Dessa forma, entrega excelente qualidade para vídeos, jogos e outras tarefas no smartphone sem comprometer a duração da bateria.

Para as fotos, o aparelho traz uma câmera principal de 64MP com OIS que captura belas fotos e vídeos em 4K a 30 FPS. Na frente, a Samsung adicionou uma lente poderosa de 32MP capaz de capturar ótimas selfies mesmo à noite.

O display do Galaxy A52 tem alta resolução e não gasta muita bateria (Imagem/TTTech).

Desempenho & Bateria & Preço

O Snapdragon 720G presente no Galaxy A52 não é um chipset ruim. No entanto, pode ser um problema para quem pensa em passar vários anos com o smartphone. Afinal, ele está bem abaixo em termos de performance que “concorrentes” como o Galaxy M52 que possui um processador muito superior com seu processador Snapdragon 778G.

Outro ponto em que ele pode deixar alguns usuários insatisfeitos é em relação à bateria. Com 4.500 mAh, o aparelho até consegue passar um dia inteiro com uma carga em casos de uso moderado. Todavia, será necessário carregá-lo mais de uma vez ao dia em casos de uso intenso. Além disso, o aparelho até suporta carga rápida de 25W, mas a Samsung só adicionou no combo um carregador mais lento de 15W.

O hardware do Galaxy A52 não é poderoso suficiente para quem pretende passar vários anos com o mesmo smartphone (imagem/TTTech).

Vale a pena em 2022?

Infelizmente, o Galaxy M52 também não oferece suporte para redes 5G de última geração. Isso é uma grande decepção para quem procura um smartphone moderno que suporte essa tecnologia. Portanto, se você encontrá-lo abaixo dos R$ 1300, fará um bom negócio. Contudo, existem opções melhores acima dos R$ 1500 como o Galaxy M52 da própria Samsung.

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo