Análise Galaxy S20 Ultra: Nem sempre o mais caro será o melhor

blank

No começo de 2020, a Samsung anunciou seus emblemáticos aparelhos da série Galaxy S20. Além do modelo regular e Plus, a empresa trouxe esse ano uma terceira variante do smartphone, atingindo um novo patamar de especificações e preço. Mas será que vale a pena pagar o alto preço cobrado pela empresa no Galaxy S20 Ultra? Descubra a seguir na nossa análise completa.

Construção e Design

O Galaxy S20 Ultra tem uma construção em vidro bem sofisticada, trazendo Gorilla Glass 6 no display e parte traseira. Enquanto isso, sua lateral é feita em alumínio, garantindo uma pegada premium e reforçada ao dispositivo. Como destaque, você poderá entrar com ele na piscina ou lavá-lo na torneira a hora que desejar, uma vez que a certificação IP68 garantirá a proteção.

Em relação ao design, pode-se dizer que é algo bem particular entre os usuários. Como visto na Web, muitos ficaram satisfeitos com o trabalho feito pela Samsung nesse sentido, enquanto outros detestaram. Seja qual for o caso, temos um smartphone grande e pesado, sendo difícil usá-lo com apenas 1 mão ou colocá-lo no bolso da sua calça.

blank

Tela

Nos dias atuais, ter um smartphone com tela grande pode ser bastante aceitável e necessário. Aqui, o Galaxy S20 Ultra possui um tamanho acima da média, chegando aos 6.9 polegadas. Embora seja enorme, a tela oferece alta qualidade através da tecnologia Dynamic AMOLED, resolução QuadHD e densidade de pixels de até 511 ppi.

Veja também:

Com qualidade de imagem impressionante, a tela do S20 Ultra também traz uma excelente taxa de brilho, mesmo exposto ao Sol. Além disso, oferece destaques como taxa de atualização de 120Hz, bordas levemente curvas e excelente visualização de vídeos por ter um excelente aproveitamento frontal. Portanto, a Samsung acertou em cheio nesse quesito.

blank

Bateria

Sem dúvidas, a Samsung acertou na capacidade de bateria do Galaxy S20 Ultra. O smartphone conta com nada menos que 5.000mAh de bateria. No entanto, a escolha pelo chipset Exynos 990 fez com que sua bateria não durasse o esperado.

De acordo com nossos testes, o Galaxy S20 teve um resultado decepcionante em termos de duração de bateria. Por exemplo, em um uso moderado ele foi capaz de chegar ao final do dia com “certa folga”. Contudo, bastou um uso mais pesado para ver sua carga completa ser drenada com cerca de 4 horas de tela. Nesse sentido a Samsung acertou, uma vez que o dispositivo suporta carregamento rápido de 45W, embora só tenha incluído na caixa um carregador de 25W, que completa sua carga em cerca de 1h10.

blank

Desempenho

Como dito anteriormente, o Galaxy S20 Ultra traz um processador Exynos 990 (2x 2.73 GHz Mongoose M5 + 2x 2.4 GHz Cortex-A76 + 4x 1.9 GHz Cortex-A55). Na versão testada, ele conta com 12GB de RAM, além de ter uma GPU Mali-G77 MP11. Na prática, ele se saiu muito bem nas atividades diárias, tendo ótimo desempenho em qualquer atividade.

Ao manter vários apps abertos, também notamos seu alto desempenho através dos 12GB de RAM incluídos no capô. No entanto, em jogos mais pesados pode-se ver pequenos legs após algum tempo de uso, mostrando assim a limitação da GPU Mali em comparação com rival Adreno 650. Em uma comparação rápida, até mesmo o S10 Lite com Snapdragon 855 se saiu melhor em termos de jogabilidade.

blank

Câmeras

Falando primeiramente em especificações, o S20 Ultra abriga um grande sensor de câmera de 108 MP com abertura f/1.8 2,8 µm e estabilização ótica de imagem (OIS + EIS). Além disso, existe uma câmera secundária de 48 MP e zoom de 10x (até 100x combinado) e outra de 12MP para foto ultra grande angular. Na frente, inclui uma câmera frontal de 40MP com abertura f/ 2.2, EIS.

Com uma configuração impressionante dessa, esperava-se resultados surpreendentes. Todavia, nossos testes práticos foram decepcionantes. Acontece que o smartphone teve sérios problemas em termos de focagem, como no foco raso. E, embora muitos esperassem uma correção por parte da Samsung, vale notar que já estamos em Agosto e nada foi feito. Tirando isso, fotos feitas com o S20 Ultra em outros modos e selfies tiveram resultados impressionantes, conforme você poderá notar nos exemplos abaixo!

Sistema e Conectividade

Em sistema, o S20 Ultra não difere dos demais modelos mais atuais da Samsung. Ele traz o moderno Android 10 sob a interface One UI 2.1, que tinha até então previsão de 2 anos de atualizações de sofotware. No entanto, a fabricante Sul-Coreana confirmou recententemente que disponibilizará até 3 atualizações em seus topos de linha a partir da série Galay S10.

Dentre os recursos da One UI, temos a facilidade de duplicar apps como Instagram, WhatsApp, Telegram, entre outros. Tem ainda o recurso “pasta segura”, capaz de manter seus arquivos pessoais muito mais seguros, incluindo mensagens de redes sociais. Outros recursos incluem o Samsung Pass, Samsung Pay para pagamentos via NFC.

Passando para conectividade, o smartphone suporta dual SIM, suporte para eSIM (chip virtual), entrada para cartão via microSD para expansão de memória interna. Além disso, tem som estéreo de boa qualidade. Como ponto negativo, não inclui a entrada padrão para fones de ouvido, sendo necessário contornar essa situação com um adaptador.

blank

Vale a pena comprar?

Quando o S20 Ultra foi anunciado, os fãs da Samsung ficaram decepcionados com o alto preço cobrado. O smartphone chegou ao Brasil custando cerca de 8 mil reais, podendo ser achado hoje em ofertas por cerca de 6 mil.

Com um preço tão alto, esperava-se um smartphone sem defeitos visíveis. Mas o problema de foco encontrado na câmera traseira impacta diretamente na experiência de uso, tornando a compra inviável se considerarmos outras opções disponíveis no mercado atualmente.

REVER GERAL
Construção e Design
9
Tela
10
Bateria
6
Desempenho
9
Câmeras
7
Sistema e Conectividade
10

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.