Notícias

Google recebe multa milionária por “roubar” dados de localização de usuários

Vez por outra, empresas grandes como o Google são acusadas de executar ações sem o concentimento dos usuários. Recentemente, o Google foi acusado pelo Tribunal Federal da Austrália por roubar dados de localização pessoal dos usuários. E agora, a empresa concordou em pagar uma multa de 60 milhões de dólares para acertar sua situação.

Para quem não sabe, essa ação ocorreu em meados de Abril de 2021. Na época, descobriu-se que o Google continuava coletando e acessando dados de localização quando o histórico de localização de um usuário mesmo com a função “desligada”. Como resultado, os usuários consideraram a ação como um “roubo” por parte do Google.

Veja também:

Google teria violado as leis de consumo ao enganar alguns usuários.

Sobre isso, grande parte das plataformas digitais são orientadas a serem francas com os consumidores sobre o uso de seus dados. No entanto, nem todas elas cumprem com o prometido e buscam formas sutis de seguir os usuários ou suas preferências pessoais.

Em Maio deste ano, o Google também foi acusado de coletar dados de usuários que utilizam seu navegador Google Chrome. De acordo com informações da acusação, a plataforma estaria usando abas anônimas do navegador para coletar dados dos usuários. Em resposta, o Google disse que sempre fornece controles robustos para dados de localização.

Via
GizmoChina

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo