O quanto se paga de impostos no iPhone 11 Pro Max

iPhone 11 Pro Max impostos

Não é novidade pra ninguém que o iPhone 11 Pro Max é caríssimo no mercado brasileiro. Ele chegou com preço sugerido de R$ 7599 na versão inicial de 64 GB, podendo a chegar a até R$ 9599 para o modelo com 512 GB de armazenamento.

Ainda em 2015, eu publiquei a matéria sobre os impostos no iPhone 6 de 16 GB, porém agora, 4 anos depois, infelizmente a realidade é a mesma. Depois de comprar um iPhone 11 Pro Max, ao olhar a nota fiscal, os impostos são absurdos e abusivos.

PREÇO DO IPHONE NOS EUA

blank

Nos Estados Unidos o iPhone 11 Pro Max de 64 GB sai a partir de $ 1099 dólares. Fazendo uma conversão direta de custos considerando a cotação do dólar de hoje (R$ 4,15), o valor hipotético no Brasil seria de R$ 4527 reais. Na prática ainda temos uma diferença de R$ 3072 para os R$ 7599 praticados no mercado brasileiro.

OS IMPOSTOS NO BRASIL

Também não é novidade que pagamentos um dos maiores impostos sobre os bens de consumo no mundo e agora ficou bastante claro quando olhamos para as notas fiscais de compras, onde há informações sobre os tributos estipulados.

blank

Na Black Friday, aproveitei a oportunidade para comprar o iPhone 11 Pro Max para testes, afinal o aparelho saiu a R$ 6839 parcelado e com reembolso de mais de R$ 1300 no AME Digital, onde é possível inclusive pagar contas com saldo do cashback. Entretanto após analisar a nota fiscal do produto, temos uma estimativa de um total de R$ 2590 reais em impostos, ou seja, o “custo” do produto é de R$ 4249!

blank

Analisando todos os impostos citados na nota, podemos ver que o mais absurdo é o ICMS para UF destino, no meu caso Alagoas, que fica com R$ 889 apenas para o produto passar pelo estado e ser entregue ao consumidor. Estado que não produziu, não empregou, não teve custo, e vai levar uma “bolada” apenas para mercadoria ser entregue ao consumidor. Então na prática, eu pago R$ 889 para meu estado apenas para receber o produto, pois a mercadoria irá circular por Alagoas.

Abaixo os impostos detalhados na nota fiscal de compra:

  • ICMS – R$ 273,56
  • ICMS DESTINO – R$ 889,08
  • PIS – R$ 112,85
  • COFINS – R$ 519,77
  • Total descrito na nota = R$ 1795,26
  • Total estimado no final da nota = R$ 2590

IPHONE É CARO NO BRASIL?

blank

Apesar dos impostos altíssimos, não temos como negar que o iPhone no Brasil é inviável para maioria, principalmente se a gente considerar o valor atual do salário mínimo, o que torna praticamente impossível para um trabalhador que tem rendimentos mensal de R$ 998 ter um 11 Pro Max que custa R$ 7599, por exemplo.

Já nos EUA essa realidade é bem diferente, onde o salário base é de $7,25 por hora, logo trabalhando 8 horas por dia e 22 dias por mês, temos um total de $ 1276, mais que suficiente para levar um iPhone 11 Pro Max.

IMPOSTOS, OS MAIORES CULPADOS

Não tenho dúvidas que os maiores culpados para os preços pouco acessíveis dos iPhones ou qualquer outro smartphone flagship no Brasil são os altíssimos impostos que pagamos a cada compra.

blank

Sem esquecer que pagamos impostos também quando recebemos nosso salário, além de pagar em tudo que compramos… A situação que está cada vez pior, onde ainda temos que pagar um fundo eleitoral de R$ 3,4 bilhões… sem esquecer que não temos saúde, educação ou segurança pública de qualidade para justificar os impostos abusivos que pagamos a cada compra…

E você, já olhou na nota fiscal do seu smartphone o quanto pagou de impostos? Conte pra gente…

2 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta