Notícias

Meta anuncia demissão em massa, Zuckerberg revela os detalhes

Dona de empresas como Facebook, Instagram e WhatsApp, a Meta anunciou oficialmente nesta quarta-feira (9) que vai passar por um processo de layoff. Segundo o próprio CEO da empresa, Mark Zuckerberg, pelo menos 11 mil funcionários serão desligados para conter gastos.

Com a mudança, a Meta pretende reduzir 13% de gastos com a demissão em massa. Apesar de considerar isso como uma das mudanças “mais difíceis” na história e lamentar a situação, Mark Zuckerberg citou a pandemia de COVID-19 como um dos fatores dos cortes.

Veja também:

Meta terá sua primeira demissão em massa. Mark Zuckerberg (imagem acima) explica os motivos da decisão.

“Não apenas o comércio on-line voltou às tendências anteriores, mas a desaceleração macroeconômica, o aumento da concorrência e a perda de sinal de anúncios fizeram com que nossa receita fosse muito menor do que eu esperava”, informou o CEO. Além disso, revelou:  “estamos tomando várias medidas adicionais para nos tornarmos uma empresa mais enxuta e eficiente”.

Curiosamente, os funcionários demitidos receberão um e-mail informando os motivos da demissão. No entanto, a Meta manterá benefícios como plano de saúde por até seis meses, folgas remuneradas até 15 de Novembro e três meses de suporte extra para os colaboradores atingidos.

Via
Tecnoblog

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo