Notícias

Procon-SP quer limite de R$ 500 mensal para Pix

O Pix se tornou uma das formas de pagamento mais utilizadas pelos brasileiros nos últimos meses. Grátis e rápido, o meio de pagamento tem facilitado a vida dos usuários. No entanto, a plataforma tem infelizmente despertado a atenção dos golpistas, algo que não agrada em nada o Procon-SP.

Diante de tal situação, o Procon-SP solicitou ao Branco Central para definir um limite máximo de Pix por mês. Em uma reunião realizada na última quarta-feira (15) com os representantes do Banco, o Órgão pede que os usuários consigam transferir no máximo R$ 500 mensais.

O Pix tem facilitado bastante a vida dos brasileiros, mas também tem atraído a atenção de criminosos para aplicar golpes.

Veja também:

Segundo um recente relatório da Secretaria da Segurança Pública de SP, aumentaram em 39% o número de sequestros-relâmpago somente no primeiro semestre deste ano. No total, cerca de 206 ocorrerias foram registradas. Como resultado, o Procon-SP entende que nem mesmo o recente limite de transferências noturnas não é suficiente para conter os golpistas.

Fernando Capez ( diretor-executivo do Procon-SP), informou em nota: “Nós iremos responsabilizar os bancos pelas perdas que o consumidor sofrer com esses golpes”. Apesar de reconhecer o quanto o Pix facilitou a vida dos usuários, o Órgão acredita que segurança do consumidor é mais importante.

Via
TecnoBlog

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo