Será possível desativar a desaceleração da CPU na próxima atualização do iOS

Apesar dos ânimos estarem um pouco mais calmos, a Apple ainda está envolvida em uma polêmica. Como sabemos, algum tempo atrás, a empresa admitiu que desacelerava a CPU de iPhones com baterias antigas para evitar desligamentos inesperados. Porém, a recepção do público não foi nada agradável, não é a toa que a companhia resolveu tomar uma decisão.

Na próxima atualização do iOS 11, programa para março, os usuários poderão desativar a opção que desacelera os processadores do iPhone. “Nós seremos muito transparentes, por isso vamos dar às pessoas a possibilidade de visualizar a saúde da bateria de seu aparelho”, disse Tim Cook, CEO da Apple em uma entrevista.

iPhone 6 – um dos principais afetados com a desaceleração

O executivo defendeu a decisão de desacelerar iPhones antigos, pois a empresa foca na experiência do usuário. A atualização também vai informar com toda clareza quando o sistema reduzir o desempenho do smartphone para evitar problemas. No entanto, será possível desativar essa ferramenta, e ao fazer isso, o aparelho deve ficar mais rápido, porém, mais suscetível a desligamentos inesperados, segundo Tim Cook.

Via
GsmArena

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo