Notícias

Tecnologia ao seu favor: iFood fará entregas com drones

Nos últimos anos, pedir comida pela internet virou sinônimo de economizar tempo e, muitas vezes até dinheiro. Nesse ramo, existem várias empresas que utilizam inclusive aplicativos para Android e IOS, que além de trazer maior comodidade ao usuário, ainda oferecem cupons e promoções constantes. Agora, o famoso “iFood” está próximo de ganhar uma nova modalidade de entrega super rápida ao cliente.

Para atingir esse objetivo, o iFood começará a usar drones na hora de levar as compras para seus clientes. O novo projeto já teria inclusive ganhado um aval da Anac (Agência Nacional da Aviação Civil), a fim de realizar voos experimentas de testes. De acordo com o que foi revelado, os primeiros testes serão iniciados em meados de Outubro desse ano.

Veja também:

De início, o iFood deverá dar início aos testes na cidade de Campinas, interior de SP. Segundo empresa, uma entrega que antes demoraria 12 minutos poderá ser realiza em apenas 2 minutos.

Obviamente, o drone não chegará na sua casa com o seu almoço e nem muitos menos roubará o emprego do motoboy. Ao contrário disso, eles serão usados apenas para executar a primeira parte da rota de entrega, uma vez que ela será continuada por um entregador parceiro da plataforma, visando um tempo mais curto em todo o processo.

Aumento da demanda na pandemia

Durante a pandemia do novo Coronavírus, muitos estão preferindo pedir comida pelo aplicativo em medida do isolamento social. Com isso, a demanda está aumentando rapidamente. Por exemplo, o  iFood informou que o número de restaurantes cadastrados em sua plataforma subiu de 160 mil para 212 mil entre Março e Junho desse ano, ao mesmo tempo em que as entregas também subiram de 30 para 39 milhões. Certamente, isso está gerando mais empregos para entregadores em todo o Brasil.

Via
Exame

Felipe Lupetti

Focado na área da tecnologia e Smartphone, 29 anos e redator do site Tudo em Tecnologia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo