Notícias

Amazon bane homem que estocou milhares de garrafas de álcool em gel para revender

Ao passo que o surto do coronavírus se espalha por diversas regiões do mundo, a procura por ítens de prevenção está crescendo rapidamente. Além das máscaras protetoras, o álcool em gel está desaparecendo das lojas, o que faz os comerciantes aumentarem os preços.

Infelizmente, ainda existem pessoas que buscam se aproveitar da situação para ganhar dinheiro. Por exemplo, um homem chamado Matt Colvin e seu irmão, Noah, percorreram uma viagem entre Tennessee e Kentucky, com o objetivo de comprar o máximo possível de álcool em gel para revender. Contudo, ao anunciar cerca de 17 mil unidades do produto na Amazon, o vendedor teve sua conta banida pela loja.

O surto do coronavírus está aterrorizando milhares de pessoas pelo mundo. Entretanto, exstem pessoas que querem se aproveitar da situação para ganhar dinheiro.

Veja também:

Comentando sobre o caso ao The New York Times, Matt Colvin revelou que agora está sem saber o que fazer com tantos álcool em gel estocados. Vale lembrar que Colvin é apenas um dos provavelmente milhares de vendedores que se aproveitam da situação atual para estocar produtos preventivos e revender com preços mais altos.

Em uma tentativa de conter isso, lojas como a Amazon, eBay, Walmart e outras plataformas de comércio online estão tentando impedir que seus vendedores obtenham lucros excessivos com a atual crise de coronavírus. Apesar disso, outras plataformas online ainda não contam com sistema de monitoramento avançado.

Fonte
The New York Times

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo