Mercado Livre ganha liminar que suspende aumento dos Correios

Após o Mercado Livre noticiar que os Correios estaria aumentando em 51% o frete de encomendas, embora a estatal tenham negado o valor abusivo, uma liminar acaba de suspender o aumento no frete para encomendas via SEDEX e PAC. Porém, a decisão só é válida para compras feitas no Mercado Livre, ou seja, o reajuste de 8% ainda existe e será aplicado.

Em nota, os Correios disseram: “Fomos notificados e estamos trabalhando para obter a suspensão da liminar. Enquanto isso, a empresa está cumprindo a decisão judicial, que se aplica somente às demandas do Mercado Livre”. Com a liminar assinada pela juíza Rosana Ferri, da Segunda Vara da Justiça Federal de São Paulo, o Mercado Livre afirma que seus clientes não sofrerão impactos devido aos aumentos aplicados pelos Correios.

Imagem: Prefeitura de Bombinhas

Segundo a empresa, essa decisão mostrou “a visão da companhia de como uma medida unilateral dos Correios pode impactar seriamente a inclusão geográfica, digital e econômica, especialmente para aqueles clientes das regiões mais remotas do país”. No Twitter, o Mercado Livre comemorou a liminar, no entanto, afirmou que “precisamos continuar com força total para que isso seja definitivo”.

A liminar também suspendeu a cobrança de uma tarira extra de R$ 3 para entregas no Rio de Janeiro. Anunciada junto com o reajuste, o valor seria para financiar os custos de entregas nessas localidades consideradas perigosas. O Procon do Rio de Janeiro abriu uma ação civil publica na Justiça Federal contra a taxa, considera abusiva e ilegal, afirmando que o valor descrimina os moradores do Rio.

Via
G1

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo