Pesquisar
Close this search box.

OnePlus Nord CE 3 Lite é o novo custo-benefício com chipset da Qualcomm

A OnePlus revelou na última terça-feira (4) o seu mais novo smartphone intermediário básico, o Nord CE 3 Lite. O modelo chega com um painel LCD de 6.72 polegadas com resolução FHD+ e suporte para taxa de atualização de 120 Hz. A tela também oferece taxa de amostragem de toque de 240 Hz, brilho de 550 nits e proteção Gorilla Glass.

Sob o capô, o OnePlus Nord CE 3 Lite inclui um processador Snapdragon 695. Para quem não conhece, trata-se de um chipset octa-core com construção de 6 nm que oferece suporte para redes 5G de última geração. Há também 8GB de memória RAM, RAM virtual de 8GB e opções com 128GB e 256GB de armazenamento nativo.

Para as fotos, a OnePlus optou por uma super câmera traseira principal de 108MP. Trata-se de uma lente ISOCELL HM1, que promete zoom sem perdas de até 3X e zoom digital de até 6X. Há também outras duas câmeras de 2MP e uma câmera frontal de 16MP para as selfies e chamadas de vídeo. Além disso, inclui uma super bateria de 5.000 mAh que oferece suporte para carga rápida de 67W.

Principais especificações:

  • Tela: LCD de 6.72″ Full HD+ com taxa de atualização de 120 Hz
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 695
  • RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB / 256GB
  • Câmera traseira: 108MP + 2MP + 2MP
  • Câmera frontal: 16MP
  • Bateria: 5.000 mAh com carregamento rápido de 67W
  • Sistema operacional: Android 13
  • Outros: Bluetooh 5.1, NFC (dependendo da região).

O Nord CE 3 Lite estará disponível na Europa a partir de 25 de Abril com preços que começam em € 330 (algo em torno de R$ 1.824).

Publicado por:

Picture of Felipe Lupetti

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Comentários:

Deixe um comentário

Últimas Notícias
Notícias

O lado sombrio da IA: saiba quais os riscos do deepfake

Notícias

Infinix Zero 40 4G aparece em certificação antes do lançamento

Dicas

3 celulares da Motorola que fazem muito sucesso na Amazon

Notícias

Shopee e AliExpress antecipam cobrança da “taxa das blusinhas”