Notícias

Supremo Tribunal Federal exige bloqueio do Telegram no Brasil

Pegando os brasileiros de surpresa, o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes decretou bloqueio do Telegram no País. Em anúncio feito na tarde desta sexta-feira (18), o juiz afirmou que a plataforma ignorou vários comandos judiciais mostrando “total desprezo à justiça brasileira”.

Indo ainda mais além, foi determinado que as empresas de internet bloqueiem o funcionando dos serviços do Telegram em todo território nacional. Caso a ação não seja cumprida, as empresas vão ser multadas em até R$ 100 mil ao dia. No entanto, ainda não existe um prazo limite para isso ocorrer.

Veja também:

Alexandre de Moraes surpreendeu a todos nesta sexta-feira (18) ao exigir o bloqueio do Telegram no Brasil (Imagem: Rosinei Coutinho/SCO/STF/Agência Brasil)

Entenda o caso

De acordo com o que foi revelado, a Polícia Federal tentou por diversas vezes entrar em contato com a rede social de mensagens para solicitar dados cadastrais, identificação de usuários e bloqueios. Contudo, a plataforma se manteve em total silêncio e não respondeu as contatações, o que levou a PF a recorrer para a justiça brasileira.

Curiosamente, o Telegram ainda não se pronunciou sobre a decisão da justiça e não sabemos se isso ocorrerá. No momento, os serviços da plataforma seguem operando normalmente. Porém, vale notar que o aplicativo deverá ser excluído das lojas App Store (iOS) e Google Play Store (Android) dentro das próximas horas.

Via
Canaltech

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo