Reviews

Análise: iPhone 12 vale a pena em 2021?

Os smartphones da Apple são de alta qualidade e muitos recursos de última geração. Nesse meio, a empresa oficializou no mercado em 2020 o iPhone 12, aparelho “intermediário” da série que está com a nossa equipe por cerca de 7 meses. Mas será que vale a pena investir nele ainda? Descubra abaixo em uma análise completa!

Construção & Câmeras

Com o iPhone 12 em mãos, notamos claramente que se trata de um aparelho muito bem construído. Nas laterais, a Apple adicionou um acabamento reforçado em alumínio, enquanto a parte traseira conta com acabamento em vidro protegido com Gorilla Glass para maior resistência. Além disso, a empresa incluiu uma camada oleofóbica no display que evita marcas de impressão digital como outros modelos e certificação IP68 contra água.

Em termos de câmera, esse modelo também continua agradando. Afinal, são três sensores de 12MP (principal + ultrawide + selfie). Vale dizer que apenas a lente principal suporta estabilização óptica de imagem. Também sentimos falta de um sensor dedicado para zoom, algo presente em intermediários de marcas concorrentes. No entanto, o smartphone captura fotos de alta qualidade, em qualquer dos sensores presentes. Confira abaixo alguns exemplos na prática:

Bateria & Tela

Como falado no começo, nossa equipe está com uma unidade do iPhone 12 por cerca de 9 meses. E basicamente, esse modelo abriga uma bateria de apenas 2815 mAh, capacidade bem abaixo de outros modelos do mercado. Na prática, dependendo do seu tipo de uso, ela entrega 1 dia de uso com apenas uma carga. Todavia, usuários que utilizam mais o aparelho para jogos e outras atividades precisarão utilizar o carregador ao longo do dia.

Veja também:

Sobre a tela, o iPhone 12 teve grande evoluções em comparação com seu antecessor. Afinal, o modelo de 2020 inclui uma tela OLED de 6.1″ com suporte a HDR10 e Dolby Vision. Como resultado, sentimos uma pegada confortável e ergonômica ao usá-lo com apenas uma das mãos. Além disso, os níveis de brilho também agradam, mesmo em ambientes com muita iluminação como a luz do sol.

Desempenho & Sistema

O departamento de hardware também é outro grande destaque do iPhone 12. Mesmo após 9 meses de uso e muitas atualizações e instalações de apps, o modelo segue rodando qualquer app ou jogo da App Store sem engasgos ou lentidões. Obviamente, isso se deve ao poderoso chipset Apple A14 Bionic de 3.1 GHz combinado com 4GB de RAM. Assim, performance é outro quesito em que o iPhone 12 agrada.

Em sistema operacional, nós temos aqui dois extremos. Afinal, quem utiliza iPhone sabe que o sistema iOS é bem fechado e não permite as famosas customizações que encontramos no Android. Entretanto, o iOS tem várias vantagens, sendo a principal a sua segurança.

Em casos de perda ou roubo, fica praticamente impossível desbloqueá-lo caso você tenha inserido uma senha difícil. Também, trata-se do modelo apropriado para criadores de conteúdo com Instagram, pois permite a melhor qualidade para lives e transmissões. Além disso, se você pensa em ficar anos com esse modelo, saiba que ele receberá atualizações de sistema por até 5 anos.

Vale a pena investir?

Após passar vários meses com o iPhone 12, concluímos que o aparelho não só manda bem no papel, mas também agrada no uso diário. Diferente de outros modelos do mercado, ele agrada em todos os aspectos, incluindo um display de alta qualidade, câmeras que agradam, ótimo desempenho e duração de bateria e maior segurança.

Sem dúvidas, o maior ponto negativo de todos é seu preço extremamente alto em torno de R$ 5 mil. Portanto, se você tem uma condição financeira boa e quer um smartphone completo, nós do Tudo em Tecnologia recomendamos esse aparelho.

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo