Notícias

Ministério da Economia trabalha em Medida Provisória contra AliExpress e Shopee

Com o passar dos anos, plataformas online como o ALiExpress e Shopee ganharam a confiança dos brasileiros. Afinal, são milhares de produtos com preços acessíveis e forma de pagamento facilitado no cartão de crédito. Contudo, o sucesso desses sites não tem agradado em nada empresários de varejistas do País.

Recentemente, empresários liderados por Luciano Hang (aliado do Bolsonaro) denunciaram essas varejistas por venderem mercadorias chinesas. Como resultado, o Ministério da Economia está trabalhando agora em uma medida provisória (MP) para tributar compras nessas lojas feitas por pessoas físicas.

Empresários recorreram ao Governo solicitando uma medida para aplicar tributação em compras da China de qualquer valor.

Veja também:

Atualmente, qualquer compra realizada no AliExpress e Shopee abaixo de 50 dólar não é taxada. Porém, essas empresas estão sendo também acusadas por declarar valores bem abaixo do valor real do produto para evitar as taxas da Receita. Como resultado, o governo de Jair Bolsonaro (PL), estuda aplicar uma tributação em compras por pessoas físicas independente do valor gasto.

Vale notar que os empresários brasileiros não estão sozinhos nessa repressão contra as importações chinesas. Além deles, nomes como a Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq) e o Fórum Nacional contra a Pirataria e Ilegalidade (FNCP) também apoiam a causa.

Via
Correio

Felipe Lupetti

Sou um entusiasta da tecnologia, especialmente em smartphones.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo